6 de abril de 2011

Saint Seiya Lost Canvas - Hana no Kusari


Laço de Flor
Maki Ikuno

Nakushita iro wa tooi hi no kioku
Furui e no gu no hako sotto akereba
Osanai tomo ga itsu mo ita yo ne
Kawaru koto nai ano egao

A cor perdida está na lembrança de dias distantes.
Quando a velha caixa de tintas é suavemente aberta,
Os amigos de infancia sempre estão lá
Aquele sorriso não mudou.



Futari de yume wo egaita
Kokoro no KYANBASU mada iroasenai
Kimi no te to boku no te wo kasaneta hi no nukumori

A tela do coração onde todos os nossos sonhos são desenhados
Ainda não perdeu a sua cor
Aquecido pelo calor da sua mão na minha.

Hito wa naze itoshisa to nikushimi wo awase
Motte itsu mo ikiru no darou
Yorokobi to kanashimi wo karamasetsumuida seishun no towa no kizuna
Hana no kusari yo

Por que as pessoas sempre amam
E odeiam ao mesmo tempo?
Os laços de eterna juventude se dilatam em alegria e tristeza
Em um laço de flor!

Sugisatta uta wa tooi hi no kioku
Chirabatta koto no ha hiroiatsume
Me mo kuramu you na toki wo sugoshita
Soba ni itsu mo kimi ga ita ne

A canção do passado está na lembrança de dias distantes.
Dias que juntavámos palavras soltas
Com olhar perdido,
Você sempre esteve lá

Futari de oto wo kasaneta
Mune no gosenfu wa towa ni kienai
Futatsu no koe ga hibikiau kokoro no HAAMONII

Marcado em meu coração
Com os sons criado por nós dois que nunca vão desaparecer.
Nossas vozes juntas ecoam em harmonia no coração.

Kami wa naze meguriai wakareyuku sadame wo
Hito ni ataeta no darou
Afurederu kono namida
Kawa to nari hana no hitsugi nosenagarete yuku
Towa no MERODII

por que Deus dá as pessoas o destino
De encontrar alguém e depois separá-las?
As lágrimas que caem
Torna-se um rio que levará flores mortas,
Música da eternidade

Hito wa naze itoshisa to nikushimi wo awase
Motte itsu mo ikiru no darou
Yorokobi to kanashimi wo karamasetsumuida seishun no towa no kizuna
Hana no kusari yo
Kami sae mo kirenai
Tamashii no hana no kusari

Por que as pessoas sempre amam
E odeiam ao mesmo tempo?
Os laços de eterna juventude se dilatam em alegria e tristeza
Em um laço de flor!
O laço de flor da alma
Nem Deus poderá cortá-lo.

Tradução: Thiago Legionário

3 comentários:

  1. Essa música dispensa qualquer comentário! E tenho dito... ^_^

    ResponderExcluir
  2. Eu amo essa música *---*
    Se me permite,gostaria de post-la lá no meu blog.

    Abraços

    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...