30 de janeiro de 2011

Basilisk - Kouga Ninpou Chou

Os Pergaminhos dos Ninjas de Kouga
Onmyouza


Kagen no tsuki ga oboro ni
yureru yoru wo tsutsumu murakumo
Haritsukerareta tsugau hina
karameru hijou no wana
Ah, ima wo kusuru omoi mune
ni shikato yadoraba

Mizu no you ni yasashiku hana no you ni hageshiku
Furueru yaiba de tsuranuite
Sadamerareta namida wo
hitomi no oku tojitemo
Anata wo mabuta ga oboeteru no

Mumyou no fuchi de owari wo matsu
watashi wa musebu minashigo
Fuminijirareta sugaru koi
wo ryoute ni tsutsunda mama
Mou aragaenai tomo ni tadoru
chinuri no michi wo

Mizu no you ni yasashiku hana no you ni hageshiku
Furueru yaiba de tsuranuite
Sadamerareta namida wo
hitomi no oku tojitemo
Anata wo mabuta ga oboeteru no

Mizu no you ni yasashiku hana no you ni hageshiku
Furueru yaiba de tsuranuite
Sadamerareta namida wo
hitomi no oku tojitemo
Nagareru chishi wo tomerarenai

Mitsu no you ni koborete ada no youni chiriyuku
Hakanai inori wo kakikeshite
Sadamerareta futari wo aoi yami ga saitemo
Anata to tayutau kakuriyo made



A lua minguante brilha obscuramente no céu,
na noite que está preenchida pelas nuvens reunidas
Dois jovens pássaros são crucificados juntos,
por uma armadilha cruel
Ah, se ao menos o amor que encobre o presente
pudesse permanecer vividamente em meu coração

Gentil como a água, impetuoso como uma flor
Enterre a lamina trêmula de sua espada nesta cicatriz
Mesmo se o destino trouxer lágrimas
para o fundo dos meus olhos
Elas irão me lembrar de você

Em um abismo escuro, espero pelo fim,
como um órfão soluçando
Me apoio nesse meu amor que me pisoteia
e o protejo com minhas mãos
Não consigo continuar lutando, vamos andar lado a lado
neste caminho manchado de sangue

Gentil como a água, impetuoso como uma flor
Enterre a lâmina trêmula de sua espada nesta cicatriz
Mesmo se o destino trouxer lágrimas
para o fundo dos meus olhos
Elas irão me lembrar de você

Gentil como a água, impetuoso como uma flor
Enterre a lâmina trêmula de sua espada nesta cicatriz
Mesmo se o destino trouxer lágrimas
para o fundo dos meus olhos
Não posso parar o fluxo de sangue que corre em mim

Fluindo como mel, caindo ao solo sem sentido
Levando embora minha abatida fantasia
Mesmo se o destino nos trouxer uma escuridão azul
Irei vagar por dentro dela, junto a você, neste mundo

Tradução: Neko_In_Blue

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...